CPJ em português

Notícias   |   México

Dois policiais mexicanos condenados por assassinato de Moisés Sánchez; supostos chefes ainda em liberdade

Um retrato de Moises Sánchez na casa de seu filho, em agosto de 2015. O jornalista de Veracruz, conhecido por sua cobertura crítica das autoridades locais, foi sequestrado e assassinado em janeiro de 2015. (AFP / Alfredo Estrella)

Cidade do México, 28 de março de 2018 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) saudou hoje a condenação de dois policiais do estado mexicano de Veracruz, que foram julgados por seu envolvimento no assassinato, em 2015, do jornalista Moisés Sánchez Cerezo. Os dois homens foram sentenciados a 25 anos de prisão em 23 de março, segundo um comunicado divulgado ontem pela Procuradoria Geral do Estado de Veracruz (FGE).

março 30, 2018 9:52 AM ET

Notícias   |   Brasil

Jornalista brasileiro é morto na região amazônica

Um guarda presidencial passa por uma janela que permite ver o principal saguão do Palácio presidencial do Planalto, decorado com uma imagem da bandeira nacional brasileira, em Brasília, Brasil, quinta-feira, 13 de abril de 2017. (AP / Eraldo Peres)

São Paulo, 18 de janeiro de 2018 - As autoridades brasileiras devem iniciar uma investigação minuciosa sobre o assassinato do repórter Ueliton Bayer Brizon e levar os responsáveis ​​à justiça, afirmou o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

janeiro 19, 2018 4:53 PM ET

Notícias   |   Colombia

A Suprema Corte da Colômbia ordena a uma revista que revele suas fontes

Um comerciante exibe jornais no centro de Bogotá, em 23 de junho de 2016. Um tribunal da Colômbia ordenou a uma revista com sede na cidade que revele suas fontes. (AFP / Guillermo Legaria)

Bogotá, Colômbia, 18 de janeiro de 2018 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está alarmado com a decisão da Suprema Corte Colombiana que obriga uma revista comercial a revelar suas fontes e insta o tribunal a anular sua decisão no recurso que será impetrado.

janeiro 19, 2018 2:14 PM ET

Notícias   |   México

Jornalista mexicano morto em Tamaulipas

Fotojornalista registra as imagens do repórter Cândido Rios, morto em Veracruz, durante manifestação contra seu assassinato realizada no prédio do Ministério do Interior na Cidade do México, México, em 24 de agosto de 2017. No ano passado, pelo menos seis repórteres foram assassinados no país em retaliação pelo seu trabalho, de acordo com a pesquisa do CPJ. (Reuters / Henry Romero)

Cidade do México, 16 de janeiro de 2018 - As autoridades do estado do Tamaulipas, no norte do México, devem empreender uma investigação séria e rápida sobre o assassinato do jornalista Carlos Domínguez Rodríguez, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). No dia 13 de janeiro, agressores desconhecidos mataram Domínguez Rodríguez enquanto ele dirigia para a cidade de Nuevo Laredo, perto da fronteira do Texas, de acordo com as informações da imprensa.

janeiro 17, 2018 2:01 PM ET

Também disponível em
English

DECLARAÇÕES, Guatemala

Guatemala prende legislador acusado de planejar assassinato de 2 jornalistas

Um homem agita uma bandeira guatemalteca na Cidade da Guatemala, Guatemala, em 14 de setembro de 2017. (Reuters/Luis Echeverria)

Nova York, 16 de janeiro de 2018 - A prisão de um legislador acusado de conspirar para o assassinato de dois jornalistas em 2015 é um passo importante contra a impunidade na Guatemala, afirmou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). As autoridades guatemaltecas detiveram o mentor que alegadamente ordenou o ataque que matou Danilo López e Federico Salazar, deputado Julio Juárez Ramírez, perto de sua casa na manhã do dia 13 de janeiro e o acusou de homicídio, segundo as informações da imprensa.

janeiro 17, 2018 1:49 PM ET

Também disponível em
English

Notícias   |   México

Jornalista mexicano atacado pela polícia no estado de Guerrero

Um ativista coloca um painel de fotos de jornalistas mortos no México durante uma manifestação contra o assassinato de jornalistas no México, fora do prédio da Promotoria Especial de Atenção aos Crimes contra a Liberdade de Expressão (FEADLE, sigla em espanhol) na Cidade do México, México, em 15 de junho de 2017. (Reuters/Edgard Garrido)

Cidade do México, 10 de janeiro de 2018 - Autoridades do estado mexicano de Guerrero devem investigar rigorosa e seriamente a alegada violência policial contra um repórter na cidade de La Concepción em sete de janeiro, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). De acordo com declarações que cinco jornalistas deram à mídia local após a suposta violência, policiais estaduais atacaram um jornalista que cobria os violentos confrontos entre policiais e soldados e membros de uma autodenominada força policial comunitária.

janeiro 16, 2018 7:12 PM ET

Notícias   |   Brasil

Atacantes jogam moto de repórter freelancer brasileiro para fora da estrada e disparam contra ele

Um integrante do Batalhão da Guarda Presidencial atravessa uma janela que permite uma visão do salão principal do palácio presidencial do Planalto, decorado com uma imagem da bandeira nacional brasileira, em Brasília, Brasil, quinta-feira, 13 de abril de 2017. (AP / Eraldo Peres)

São Paulo, 9 de janeiro de 2018 - As autoridades brasileiras devem investigar de forma rápida e confiável o atentado contra Gabriel Barbosa da Silva, repórter, cartunista e fotógrafo freelance que trabalha meio período para o site noticioso de São Paulo, VerboOnline, e levar seus agressores à justiça, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

janeiro 10, 2018 12:56 PM ET

Notícias   |   Colombia

Prefeito colombiano ameaça e dispara contra jornalista local

Uma visão de Bogotá, capital da Colômbia, em 3 de setembro de 2017. O prefeito de uma pequena cidade na Colômbia ameaçou um jornalista e disparou contra ele, informou o repórter ao CPJ. (Reuters / Henry Romero)

Bogotá, Colômbia, 19 de dezembro de 2017 - As autoridades colombianas devem suspender imediatamente o prefeito de uma cidade no norte da Colômbia e realizar uma investigação rápida e confiável sobre os relatos de que ele ameaçou e atirou em um jornalista de uma rádio local, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

dezembro 21, 2017 2:02 PM ET

Relatórios

Na ausência de um novo conflito militar, os assassinatos de jornalistas diminuem

Um colega da repórter iraquiana Shifa Gardi acende uma vela em uma vigília para ela na redação da Rudaw TV em Erbil. O Iraque foi o país mais letal para jornalistas em 2017. (AFP / Safin Hamed)

Pelo menos 42 jornalistas foram mortos na linha de frente em 2017, representando o segundo declínio consecutivo do número de casos recorde no início desta década. Menos jornalistas morreram cobrindo conflitos no Oriente Médio e o número de jornalistas assassinados em represália por suas reportagens diminuiu, exceto no México. Um relatório especial do CPJ por Elana Beiser

dezembro 21, 2017 12:00 AM ET

Tags:

Letras   |   Guatemala

O CPJ pede que a procuradora-geral da Guatemala liberte imediatamente e retire todas as acusações contra Jerson Antonio Xitumul Morales

À Excelentíssima Thelma Aldana Ministério Público15 avenida 15-16 Zona 1, Edificio Gerona 8º Nivel Ciudad de Guatemala, 01001 Guatemala 12 de dezembro de 2017 Por e-mail: [email protected] Excelentíssima Procuradora-Geral Thelma Aldana, O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), uma organização independente de liberdade de imprensa, pede que V. Ex.ª...

dezembro 19, 2017 12:46 PM ET

Também disponível em
English

Mídias sociais

Ver tudo »