CPJ em português

Relatórios

Número recorde de jornalistas presos com Turquia, China e Egito pagando um baixo preço pela repressão

Jornalistas e manifestantes mantêm cartazes do lado de fora de um tribunal de Istambul em 31 de outubro de 2017, pedindo a libertação de colegas encarcerados, incluindo o repórter turco Ahmet Şık. A Turquia é o pior carcereiro de jornalistas de 2017. (AP / Lefteris Pitarakis)

Pelo segundo ano consecutivo, o número de jornalistas aprisionados por seu trabalho atingiu um nível histórico, já que os EUA e outras potências ocidentais não pressionaram os piores carcereiros do mundo - Turquia, China e Egito - para melhorar o atual clima sombrio para a liberdade de imprensa. Um relatório especial do CPJ por Elana Beiser

dezembro 13, 2017 12:00 AM ET

Crime sem Castigo

Uma vigília em Sliema, Malta, para Daphne Caruana Galizia, uma blogger crítica assassinada por uma bomba colocada no seu carro em outubro de 2017. (AFP / Matthew Mirabelli)

O Índice Global de Impunidade do CPJ 2017 destaca os países onde jornalistas são mortos e os assassinos ficam impunes.

Publicado em 31 de outubro de 2017

A impunidade nos homicídios de jornalistas pode ser um ciclo insolúvel que se estende por uma década ou mais, de acordo com o 10º Índice Global de Impunidade do Comitê para Proteção dos Jornalistas, um ranking dos países onde os jornalistas são assassinados e seus assassinos ficam em liberdade. Sete países do índice deste ano constam da lista desde o seu lançamento há dez anos, incluindo a Somália, que é o pior país quanto a assassinatos não resolvidos pelo terceiro ano consecutivo.

outubro 31, 2017 9:56 PM ET

Notícias   |   México

Sequestram jornalista mexicano no estado de Michoacán

Cidade do México, 22 de maio de 2017 - As autoridades mexicanas não devem medir esforços para obter a libertação, são e salvo, do jornalista Salvador Adame Pardo, declarou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Indivíduos armados sequestraram Adame, diretor do canal de televisão 6TV, em 18 de maio, na localidade central mexicana de Nova Italia.

maio 23, 2017 5:36 PM ET

Também disponível em
Español, English

Tags:

Notícias   |   México

O presidente mexicano se compromete a priorizar a segurança dos jornalistas e a combater a impunidade

Cidade do México, 4 de maio de 2017 - O presidente mexicano Enrique Peña Nieto se comprometeu hoje a priorizar o combate à impunidade nos casos de assassinato de jornalistas durante o restante do seu mandato, que termina no próximo ano. O mandatário disse que a segurança e a proteção dos jornalistas também seriam prioridade.

maio 16, 2017 11:49 AM ET

Também disponível em
Español, English

México

Assassinado Javier Valdéz Cárdenas, jornalista mexicano premiado pelo CPJ

Javier Valdéz Cárdenas, retratado em lançamento de livro, em novembro de 2016. O jornalista mexicano foi assassinado no estado de Sinaloa em 15 de maio. (AFP/Héctor Guerrero)

15 de maio de 2017 - O promotor mexicano para crimes contra a liberdade de expressão no México deve investigar rapidamente o assassinato de Javier Valdéz Cárdenas e levar os responsáveis à justiça, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Valdéz foi baleado e morto hoje perto dos escritórios do Ríodoce, o semanário local que fundou em 2003 na capital do estado de Sinaloa, Culiacan, de acordo com os informes.

maio 16, 2017 11:38 AM ET

Também disponível em
English, Español

Tags:

DECLARAÇÕES , Venezuela

Dois trabalhadores da mídia detidos na Venezuela

Um manifestante lança uma lata de gás lacrimogêneo de volta à polícia em Caracas, 2 de maio de 2017. (Reuters / Carlos Garcia Rawlins)

Bogotá, Colômbia, 2 de maio de 2017 - As autoridades venezuelanas devem liberar imediatamente Marcos Vergara e Deivis Valera, assistentes de produção da plataforma de mídia on-line VivoPlay, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Os dois foram levados sob custódia da Guarda Nacional venezuelana enquanto cobriam um protesto ontem à noite, de acordo com seu advogado.

Ataques contra a imprensa

A Luta pela Verdade

Jornalistas têm muito trabalho a fazer
Por Christiane Amanpour

Nunca em um milhão de anos eu esperava me encontrar apelando para a liberdade e segurança dos jornalistas norte-americanos na minha terra. Apesar da retórica hostil da campanha presidencial dos EUA, eu esperava que, depois de se tornar presidente eleito, Donald Trump mudasse sua postura para com a imprensa.

abril 25, 2017 8:21 AM ET

Também disponível em
English, Русский, Türkçe, Español, العربية

Ataques contra a imprensa

Zona de Silêncio

Público é despojado do acesso a informações quando jornalistas são assassinados
Por Robert Mahoney

O jornalista Avijit Roy fundou o blog "Mukto-Mona", ou Livre Pensador, como um fórum de livre expressão e ideias que desafiavam a crescente intolerância religiosa na sua terra natal, Bangladesh. Seu blog por liberdade intelectual lhe custou a vida.

abril 25, 2017 8:18 AM ET

Também disponível em
English, Español, Français

Ataques contra a imprensa

O Direito é mais Forte

Temos leis e instituições para lutar contra as tentativas de controle de informações
Por David Kaye

O surpreendentemente e original romance russo de Yevgeny Zamyatin, We (Nós), dos anos 1920 é muito menos lido do que seus descendentes canônicos de língua inglesa, Admirável Mundo Novo e 1984. No entanto, George Orwell já o conhecia e aproveitou claramente as ideias do livro de Zamyatin para a criação de 1984. A homenagem é óbvia: O herói solitário luta para definir-se em relação à sociedade; um Estado e seu misterioso líder sectário controlam a privacidade, a informação e o pensamento; o amor é proibido e a liberdade é categoricamente descartada; a violência e a brutalidade do poder espreitam sob uma sociedade aparentemente limpa e mecanizada; as palavras comuns são redefinidas e a propaganda se difunde na vida cotidiana; e, em suma, a realidade é rejeitada em favor de mitos e mentiras.

abril 25, 2017 8:17 AM ET

Também disponível em
English, Français, Español, العربية, Русский, Türkçe

Mídias sociais

Ver tudo »